Lusitano

 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  salasala  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 F.C. Porto Empate sabe a pouco na estreia do FC Porto na Lig

Ir em baixo 
AutorMensagem
j.s
5
5
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 384
Idade : 50
Data de inscrição : 28/06/2007

MensagemAssunto: F.C. Porto Empate sabe a pouco na estreia do FC Porto na Lig   2007-09-19, 11:00

abola.pt
Notícias na hora

> F.C. Porto




























ÚLTIMAS






















F.C. Porto


Empate sabe a pouco na estreia do FC Porto na Liga dos Campeões


Não foi a estreia que se esperava a do FC Porto na
primeira jornada da fase de Grupos da Liga dos Campeões. A equipa de
Jesualdo Ferreira teve sempre o controlo do jogo em seu poder, dominou
mais, mas não foi além de um empate, em sua casa, diante do Liverpool,
o que não lhe é conveniente.















ASF

Trata-se de um resultado que não correspondendo ao que
se passou dentro das quatro linhas, serve bem melhor os interesses dos
ingleses tanto mais que se viram privados de Pennant, ainda antes do
meio da segunda parte, mais rigorosamente aos 58 minutos, por
acumulação de cartões amarelos e consequente expulsão.



O FC Porto teve um início de jogo muito forte fazendo prever que a
vitória poderia começar a ser escrita bem cedo. Na verdade o golo
surgiria logo aos 8 minutos mas o triunfo, esse, não passou de uma
ameaça, se bem que por duas vezes, ainda antes do golo inaugural, a
bola tivesse rondado com perigo a baliza à guarda de Reina.



Pelo que se assistia, o golo portista não constituiu qualquer espécie
de surpresa, embora obtido de bola parada. Um «penaltie» provocado pelo
guardião espanhol do Liverpool que «abalroou» o marroquino do FC Porto,
Sektioui, cabendo a Lucho Gonzalez transformar a grande penalidade no
1-0.



Os minutos que se seguiram foram inteiramente pertença de um FC Porto
que jogava bem, solto, com alegria, limitando-se os ingleses a ver
jogar. Nesse período o FC Porto colocou em sentido os vice-campeões
europeus.



O Liverpool, que só muito raramente chegava até à área portuguesa, em
contra-ataques esporádicos assentes num futebol longe dos seus
horizontes, chegava, contudo, ao 1-1 à passagem dos 17 minutos. Um golo
tipicamente inglês a que todos estamos habituados: cobrança de um livre
sobre a esquerda, bola a sobrevoar para o lado oposto, onde Kuyt, bem
perto do guadião Nuno, e aproveirando uma desatenção dos «centrais»
lusos, a elevar-se e a cabecear para o fundo das redes.



Daí até ao intervalo, o ritmo de jogo por parte do FC Porto foi
diminuindo, enquanto os ingleses iam tentando evitar as incursões de
Quaresma e companhia, não hesitando em recorrer à falta.



Na segunda parte, o cariz da partida pouco ou nada se alterou. O FC
Porto manteve as rédeas do jogo, faltando-lhe agora mais velocidade
para poder «desmanchar» a estratégia de Benitez que era, sem dúvida,
evitar que a sua equipa voltasse a sofrer golo.



Jesualdo Ferreira, por seu turno, queria mais, pretendeu refrescar a
equiaa a meio campo mas manda a verdade dizer que as entradas de Farias
e Mariano Gonzalez para os lugares respectivamente de Raul Meireles e
Sektioui não resultaram. Ou antes, foram «amolecer» ainda mais o modo
como a bola era transposta para o ataque. Nesse aspecto, salvou-se
Quaresma, mais perto de si próprio.



Pelo que jogou (ou dominou), o FC Porto saiu penalizado com este empate
mas com ingleses estas situações nada têm de inédito. Não obrigaram
Nuno a fazer praticamente uma defesa, mas marcaram um golo e empataram
talvez na deslocação mais difícil que terão de fazer.



Ficha do jogo:



Estádio do Dragão, no Porto



Árbitro: Lubos Michel (Eslováquia)



FC PORTO – Nuno; Bosingwa, Bruno Alves, João Paulo e Fucile; Lucho
Gonzalez, Paulo Assunção e Raul Meireles (Mariano Gonzalez, 64); Tarik
Sektioui (Farias, 64), Lisandro e Quaresma.



Suplentes: Ventura, Stepanov, Marek Cech, Bolatti, Kazmierczak, Mariano Gonzalez e Farias



LIVERPOOL – Reina; Finnan, Carragher, Hyypia e Arbeloa; Pennant,
Gerrard, Mascherano e Babel (Fábio Aurélio, 85); Kuyt e Fernando Torres
(Voronin, 76).



Suplentes: Itandje, Agger, Voronin, Lucas Leiva, Fábio Aurélio, Benayoun e Crouch.



Marcador: 1-0, Lucho Gonzalez (8 m, gp); 1-1 por Kuyt (17 m).



Disciplina: cartão amarelo a Bosingwa (9), Pennant (25 e 58), Fernando
Torres (73), Kuyt (75) e Mascherano (90+2); Cartão vermelho por
acumulação a Pennant (58).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
F.C. Porto Empate sabe a pouco na estreia do FC Porto na Lig
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Consiga um código pra alpha de Evoke
» TOP 5 - Jogos Pouco Jogados
» [RESOLVIDO] Como saber quantas service stars eu tenho na classe recon ?
» Somos levianos ao dizer que a nova geração evoluiu pouco...
» Nintendo vai esperar um pouco mais para revelar a NX

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Lusitano :: Desportos :: Porto-
Ir para: