Lusitano

 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  salasala  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Inteligência ao pormenor

Ir em baixo 
AutorMensagem
j.s
5
5
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 384
Idade : 50
Data de inscrição : 28/06/2007

MensagemAssunto: Inteligência ao pormenor   2007-08-27, 10:52



















Bwinliga » Jornada 2 » FC Porto 1 - Sporting 0






Inteligência ao pormenor





CARLOS MACHADO


Um golo esperto penalizou uma falta idiota e mudou o rumo recente
da história, que nos confrontos entre Jesualdo Ferreira e Paulo
Bento falava de um empate e duas vitórias verde e brancas. O FC
Porto venceu um Sporting que esteve 26 jogos sem perder mas que ontem não
justificou pontuar no Dragão. É verdade que os da casa decidiram
a partida com um pormenor inteligente, construído a meias por Raul
Meireles e Lucho Gonzalez, mas o fluxo de jogo portista da primeira parte,
especialmente da meia hora inicial, justificava a existência de um
vencedor. No resto do tempo as equipas equivaleram-se, cada uma esgrimiu
os seus argumentos e conferiram ao encontro o tom emotivo e competitivo
de um clássico.
Do clássico pode dizer-se que não forneceu qualquer novidade.
Jesualdo Ferreira e Paulo Bento impuseram os esquemas que trabalham, não
se preocuparam em ajustamentos ao adversário e cada equipa produziu
o que foi capaz. Mesmo quando o Sporting jogou o quarto-de-hora final com
três defesas não se pôde falar de inovação,
pois é sabido ser esse o esquema alternativo dos leões. A
perder, Paulo Bento deitou mão dele e louve-se-lhe a coragem por
isso, mas o FC Porto de ontem jogou como os respectivos adeptos esperam
que jogue o campeão nacional: a impor o seu jogo, a sua estratégia
e a transmitir desde o início o desejo de controlar as operações.
Por isso não lhe foi complicado guardar a vantagem.



Porta aberta à direita





Utilizando o 4-3-3 que lhe é habitual, com Lisandro Lopez
a ponta-de-lança e Postiga no banco, conforme o esperado, o FC Porto
entrou com uma dinâmica ofensiva que perturbou o esquema sportinguista,
cuja (habitualmente) enleante teia do meio-campo não funcionou como
devia durante tempo suficiente para que os da casa pudessem ter feito um
ou dois golos. Faltou-lhes eficácia concretizadora. Com o esquema
de entreajudas do Sporting a funcionar de forma deficiente, o FC Porto
escolheu a ala direita como porta de entrada, tendo Tarik, Bosingwa e por
vezes Quaresma infernizado a vida a Ronny. Foram 30 minutos complicados
para a equipa de Alvalade, que raramente conseguia sacudir a pressão
portista, exactamente porque o seu meio-campo não era capaz de lutar
de igual para igual com o do adversário. Izmailov perdia o combate
com Raul Meireles, Romagnoli não se libertava de Paulo Assunção,
Moutinho hesitava entre tapar Lucho e ajudar Ronny, Miguel Veloso corria
à dobras. Demasiado esforço defensivo para haver construção.
Tarik, muito bem a combinar com Bosingwa e a apostar no um contra um,
esteve ligado a duas situações de golo eminente, duas bolas
que deu para que alguém as “encostasse” para a baliza, mas no primeiro
caso ninguém fez a emenda e no segundo Lucho atirou ao lado. A fechar
o período de domínio portista, Quaresma voltou a pôr
a nu o já evidente nervosismo do guarda-redes Stojkovic, pois bateu
um livre obre a esquerda, mas de longe, e a bola passou por cima do guardião,
que mede 1,95 metros!, e bateu na barra.



Gritam Moutinho e Paulo Bento





O estrondo da bola no ferro parece ter despertado os leões.
O primeiro grito de revolta foi dado logo a seguir. Mesmo parado, a uns
30 metros da baliza, João Moutinho armou o pontapé e fez
a bola passar ao lado da baliza de Helton. A partir daí os leões
reorganizaram-se e tornaram as acções defensivas menos penosas
até ao intervalo, altura em que Paulo Bento fez o resto do trabalho
e deixou a equipa em condições de discutir o resto do jogo.
Transfigurado, o Sporting apresentou-se mais forte na segunda metade.
E carregou sobre Pedro Emanuel, Bruno Alves e companhia, chegando a ideia
de que conseguiria assumir o controlo. Do lado contrário, Jesualdo
trocou Tarik por Postiga, passando Lisandro para a esquerda e Quaresma
para a direita. Só que Ronny já tinha fechado a porta e a
dinâmica sportinguista não permitia, agora, que houvesse desequilíbrios.
Mesmo demorando alguns minutos a reagir, o FC Porto não se deixou
encostar, mas cedo beneficiou da infantilidade de Stojkovic e colocou-se
em vantagem.
Paulo Bento trocou Izmailov por Vukcevic, perdendo em luta mas ganhando
capacidade de passe. Mas não ficou muito tempo à espera para
ver se a permuta de uma peça lhe resolvia a questão. De uma
assentada, tirou os laterais (Abel e Ronny) e fez entrar Pereirinha e Djaló,
passando a jogar com Tonel, Polga e Veloso como únicos defesas.
Mesmo recuando um pouco, o FC Porto, que nesta altura já tinha Mariano
no lugar de Meireles, controlou a situação sem ter passado
por momentos de sofrimento. A entrada de Bolatti a cinco minutos do fim
justifica-se com a necessidade de guardar os pontos, que só mesmo
um dislate de Helton (largou uma bola que chegou a ter entre as mão)
poderia ter feito perigar.



FC Porto 1 - Sporting 0





estadio Dragão, Porto

relvado bom estado

49 709 espectadores

Pedro Proença [AF Lisboa]

Tiago Trigo + Ricardo Santos

Vasco Santos
FC Porto

Treinador Jesualdo Ferreira

1 |Helton GR

12 |Bosingwa LD

2 |Bruno Alves DC

3 |Pedro Emanuel DC

13 |Fucile LE

6 |Paulo Assunção MD

8 |Lucho MO

16 |Raul Meireles MD a 67’

17 |Tarik Sektioui AD a INT

9 |Lisandro AV a 85’

7 |Quaresma AE

-

33 |Nuno GR

4 |Stepanov DC

5 |Cech LE

18 |Bolatti MD a 85’

20 |Leandro Lima MO

11 |Mariano AD a 67’

23 |Postiga AV a INT
GOLOS
1-0|52’

Raul Meireles
Amarelos

33’ Quaresma |86’ Bosingwa | 90+4’ Helton.
VERMELHOS

Nada a assinalar
Sporting

Treinador Paulo Bento

34 |Stojkovic GR

78 |Abel LD a 76’

13 |Tonel DC

4 |Polga DC

8 |Ronny LE a 76’

24 |Miguel Veloso MD

7 |Izmailov MO a 62’

28 |João Moutinho MO

30 |Romagnoli MO

31 |Liedson AV

11 |Derlei AV

-

16 |Tiago GR

3 |Marian Had LE

26 |Gladstone DC

25 |Pereirinha MO a 76’

21 |Farnerud MO

10 |Vukcevic MO a 62’

20 |Yannick Djaló AV a 76’
Amarelos

52’ Derlei | 54’ Tonel | 73’ Polga
VERMELHOS

Nada a assinalar
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Inteligência ao pormenor
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Lusitano :: Desportos :: Porto-
Ir para: